Centro de Treinamento
Paralímpico Brasileiro

Rodovia dos Imigrantes KM 11,5
Vila Guarani – São Paulo
CEP 04329-000

Telefone:
(11) 4710-4000

Horário de atendimento:
9h às 18h de segunda a sexta.

Meeting Loterias Caixa de Aracaju tem estreia de nadadora de 13 anos com cinco ouros na competição

Helena Carrilho observa piscina durante Meeting Loterias Caixa de Aracaju | Foto: Jorge Henrique/CPB

A jovem nadadora sergipana Helena Carrilho, 13, conquistou cinco medalhas de ouro na classe S9 (limitação físico-motora) durante o Meeting Paralímpico Loterias Caixa de Aracaju, Sergipe, realizado neste domingo, 24. 

O Meeting, organizado e realizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), reuniu 193 atletas do atletismo, do halterofilismo e da própria natação na capital sergipana em disputas de categoria de base e de alto rendimento. As provas de atletismo aconteceram na pista e no campo da Universidade Tiradentes (Unit), com 99 participantes, enquanto 58 nadadores e 36 halterofilistas competiram no Parque Aquático Zé Peixe.

“Foi meu primeiro Meeting e estou muito feliz, porque a natação virou a minha vida. Entrar no Movimento Paralímpico foi uma coisa fantástica que aconteceu para mim”, afirmou a nadadora, que teve a perna esquerda amputada, aos 8 anos, por causa de um câncer, e é aluna do Centro de Referência do CPB em Aracaju. O projeto visa aproveitar espaços esportivos em todas as regiões do Brasil para oferecer modalidades paralímpicas, desde a base até o alto rendimento. Em sua primeira participação no evento, ela subiu ao lugar mais alto do pódio nas provas 50m livre (39s60), 100m livre (1min30s73), 100m costas (1min56s79), 400m livre (7min42s85) e 200m medley (4min37s68). 

Apesar de ser estreante em Meetings, Helena já participou da Fase Nacional das Paralimpíadas Escolares, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e também do Camping Escolar Paralímpico, projeto do CPB que proporciona rotina de alto rendimento a jovens talentos, de 12 a 17 anos, do paradesporto nacional.

No halterofilismo, destaque para o paraibano Ailton de Souza, da categoria até 80 kg, que suportou 190 kg nesta manhã. O resultado lhe garantiu a medalha de ouro e seria a nona marca no ranking específico para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024, caso fosse válida para tal finalidade.

Campeão do Parapan de Santiago 2023, Ailton participou de todas as competições obrigatórias no caminho dos Jogos Paralímpicos de Paris 2024. Atualmente, ele ocupa a 11ª posição do ranking para o megaevento na capital francesa, com 187kg levantados na Copa do Mundo de Dubai, no início do mês. Para se classificar aos Jogos, o paraibano necessita estar entre os oito melhores e não ter nenhum brasileiro à sua frente, pois cada nação só pode ter um competidor por categoria. O catarinense Ezequiel Correa está em 10º, com 188kg também registrados em Dubai. Já o oitavo colocado é o britânico Matthew Harding (192kg). 

Ailton ainda tem mais uma chance para fazer uma marca que o coloque entre os oito melhores do ranking Paris. Ele vai disputar a etapa da Copa do Mundo de Tbilisi, na Geórgia, no final de junho. “Ter levantado os 190 kg mostra que estou no caminho certo, mas eu vou em busca de uma marca melhor na Geórgia para ir aos Jogos. Esse é o meu foco”, disse o halterofilista, 39, que teve paralisia infantil e sofreu uma atrofia em sua perna esquerda. No Meeting , ele representou o clube CCF, de Aracaju. 

Já no atletismo, Jéssica Oliveira Dantas, 11, da classe T47 (deficiência nos membros superiores) competiu em três provas sub-14 e também subiu ao lugar mais alto do pódio em todas: 60m (10s68), 100m (17s98) e salto em distância (3,70m). 

As disputas deste domingo foram acompanhadas pelo diretor de Esportes de Alto Rendimento do CPB, Jonas Freire, e pela secretária de Estado do Esporte e Lazer de Sergipe, Mariana Dantas. “Para nós, do CPB, é muito importante termos competições em todas as capitais do Brasil, com a oportunidade de descobrir novos talentos em cada canto do país”, analisou Jonas.

“Estamos muito felizes e é gratificante para o nosso estado receber um evento como o Meeting, com a junção do esporte de base e de alto rendimento. É um trabalho de fomento no paradesporto local e que só tende a crescer. Os jovens têm a oportunidade de compartilhar as mesmas arenas com seus ídolos. E os mais experientes conseguem entender como eles são inspiradores”, concluiu a secretária Mariana Dantas. O Meeting Paralímpico Loterias Caixa voltará a ser realizado nos dias 6 e 7 de abril, com disputas em Palmas (TO) e Recife (PE). 

Meeting Paralímpico
A temporada do Meeting Paralímpico Loterias Caixa de 2024 começou em fevereiro com etapas simultâneas em Porto Alegre (RS) e Rio Branco (AC). O evento já passou, também, por Florianópolis (SC)Porto Velho (RO)Curitiba (PR)Cuiabá (MT)Salvador (BA)Campo Grande (MS) e Goiânia (GO). 

Neste ano, o evento oferece mais modalidades e passará por todas as capitais brasileiras. Em 2024, além de competições de atletismo, natação e halterofilismo organizadas pela Diretoria de Esportes de Alto Rendimento (DEAR) do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), os Meetings também recebem etapas regionais de competições organizadas pela Diretoria de Desenvolvimento Esportivo (DDE): Paralimpíadas EscolaresParalimpíadas UniversitáriasParalimpíadas Militares e Intercentros (competição entre alunos dos Centros de Referência do CPB, projeto que aproveita espaços esportivos em estados de todas as regiões do país para oferecer modalidades paralímpicas, desde a iniciação até o alto rendimento). Com isso, os Meetings passaram a abrigar disputas em três novas modalidades: bocha, tiro com arco e tiro esportivo.

O Meeting Paralímpico Loterias Caixa tem o objetivo de desenvolver o paradesporto em todo o território nacional, com a participação de novos talentos e atletas de elite. É idealizado e organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) desde 2021, como uma atualização dos tradicionais Circuitos Loterias Caixa, que já eram realizados desde 2005. Entre 2021 e 2023, reunia provas de atletismo, natação e halterofilismo, sendo que cada cidade sediava disputas de, pelo menos, uma dessas modalidades.

Patrocínios
As Loterias Caixa são a patrocinadora oficial do Meeting Paralímpico Loterias Caixa.
As Loterias Caixa e a Braskem são as patrocinadoras oficiais do atletismo.
As Loterias Caixa são a patrocinadora oficial da natação.
As Loterias Caixa são a patrocinadora oficial do halterofilismo. 

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADORES

  • Toyota
  • Braskem
  • Loterias Caixa

APOIADORES

  • Ajinomoto

PARCEIROS

  • The Adecco Group
  • EY Institute
  • Cambridge
  • Estácio
  • Governo do Estado de São Paulo

FORNECEDORES

  • Max Recovery