Metade dos brasileiros convocados para Mundial de goalball vão estrear em uma edição do evento

qua, 23 nov 2022 12:39:16 -03:00



Kátia Silva é uma das novatas em Mundiais de goalball  | Foto: Divulgação/ Renan Cacioli/ CBDV

Kátia Silva é uma das novatas em Mundiais de goalball | Foto: Divulgação/ Renan Cacioli/ CBDV

O Brasil terá seis novatos no Campeonato Mundial de goalball 2022. O torneio será disputado entre os dias 7 e 16 de dezembro, na cidade de Matosinhos, em Portugal.

Dos 12 convocados pelas seleções feminina e masculina, metade vai sentir pela primeira vez na carreira a emoção de defender o Brasil na competição.

A média de idade da equipe feminina é de 24,6 anos. Já a do time masculino é de 27,1. Somando a idade das duas seleções, o Brasil terá um grupo com média de 25,9 anos. Esse número se deve as mulheres, que passaram por um processo de renovação após os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

"Apesar de ter participado de Tóquio, será meu primeiro Mundial. Entrei na Seleção em 2019. Tivemos o Campeonato das Américas, outras três competições preparatórias nas quais conseguimos ir ao pódio e com uma comissão técnica que também viverá essa novidade", destacou a ala Kátia, de 27 anos, referindo-se ao grupo formado pelo treinador Gabriel Goulart, que assumiu a seleção feminina esse ano.

Além de Kátia, Larissa, Geovanna e Dani Longhini jogarão o torneio pela primeira vez. Dani foi campeã do Mundial de Jovens de 2019 com a Seleção, mas nunca disputou a competição pela equipe adulta.

Já a seleção masculina é um pouco mais experiente. Atual medalhista de ouro nos Jogos Paralímpicos, bicampeão mundial e buscando o inédito tri – nenhuma seleção conseguiu tal feito – a equipe traz quatro jogadores que estavam na campanha do ouro em Malmö, na Suécia, em 2018: André Dantas, Leomon Moreno, Parazinho e Romário. Dois deles, Leomon e Romário (o mais experiente, com 33 anos) também foram campeões em Espoo, na Finlândia. Os novatos Emerson e Paulinho se espelham na dupla.

"Estou um pouco ansioso por ir disputar meu primeiro Mundial, mas todos me passam tranquilidade, dizem que é preciso ter paciência para não deixar isso prejudicar meu jogo. Às vésperas da competição, sigo tudo o que a comissão técnica passa, estou me cuidando bastante. Era um dos meus maiores sonhos poder defender o país nesta competição", contou Paulinho, de 24 anos, que é companheiro de Leomon também no clube: ambos defendem o Santos.

Sobre o Mundial 2022
O Campeonato é classificatório para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024: campeão e vice de cada categoria estarão automaticamente garantidos. As partidas acontecerão simultaneamente em duas quadras do Centro de Desportos e Congressos: o Ginásio Professor Costa Pereira, que será o principal, e o Ginásio Ilídio Ramos.

Os donos da casa abrem o Mundial no dia 7, quando as Seleções masculina e feminina de Portugal enfrentarão Japão e Austrália, respectivamente. A partir do dia 8, começam os confrontos das demais equipes.

O Brasil estreia com o time masculino primeiro, que enfrenta a Argélia, às 7h10 (de Brasília) – a cidade-sede se encontra três horas à frente do fuso brasileiro. Mais tarde, às 13h, o feminino encara a Grã-Bretanha.

Em ambos os torneios, o sistema de disputas será o mesmo: dois grupos com oito países em cada que se enfrentam entre si em turno único, totalizando sete partidas na fase classificatória. Os quatro melhores de cada lado avançam às quartas de final. As disputas por medalha estão marcadas para o dia 16, e as seleções femininas fecharão o evento.

Confira a lista de convocados, a idade, a posição e o clube de cada atleta:
DANIELLE VILAS LONGHINI, 21, ala, SESI/SP
JÉSSICA GOMES VITORINO , 29, ala, CETEFE/DF
KÁTIA APARECIDA FERREIRA SILVA , 27, ala, CETEFE/DF
LARISSA SANTOS DE ESPÍRITO SATURNINO , 24, pivô, SANTOS/SP
MONIZA APARECIDA DE LIMA, 24 , ala/pivô, SESI/SP
GEOVANA CLARA COSTA DE MOURA ,23, ala/pivô, APACE/PB

Seleção masculina
ANDRÉ CLAUDIO BOTELHOS DANTAS, 27, ala, CETEFE/DF
EMERSON ERNESTO DA SILVA, 23 , ala/pivô, APACE/PB
JOSEMARCIO DA SILVA SOUSA, 27, ala, SESI/SP
LEOMON MORENO DA SILVA, 29, ala, SANTOS/SP
PAULO RUBENS FERREIRA SATURNINO, 24, ala, SANTOS/SP
ROMARIO DIEGO MARQUES, 33, ala/pivô, ICEMAT/MT

Veja os grupos do Mundial:
Torneio feminino
Grupo A         
TURQUIA         
COREIA DO SUL         
ARGÉLIA        
DINAMARCA       
CANADÁ        
FRANÇA         
MÉXICO         
ARGENTINA  

Grupo B
EUA
JAPÃO
BRASIL
ISRAEL
AUSTRÁLIA
EGITO
GRÃ-BRETANHA
PORTUGAL
  
Torneio masculino
Grupo C         
BRASIL         
ARGÉLIA        
JAPÃO         
TURQUIA         
CANADÁ         
ALEMANHA        
PORTUGAL         
BÉLGICA        

Grupo D
CHINA
LITUÂNIA
UCRÂNIA
EUA
IRÃ
EGITO
ARGENTINA
COLÔMBIA

*Com informações da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV)

Patrocínio

A Loterias Caixa é a patrocinadora oficial do judô paralímpico brasileiro.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)
 

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial