CPB destina cadeiras de rodas e petras para alunos e atletas dos Centros de Referências

seg, 01 ago 2022 12:08:54 -03:00



Presidente do CPB, Mizael Conrado discursa durante entregas de cadeiras e petras no CT Paralímpico | Foto: Ale Cabral/CPB

Presidente do CPB, Mizael Conrado discursa durante entregas de cadeiras e petras no CT Paralímpico | Foto: Ale Cabral/CPB

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) recebeu representantes de 30 Centros de Referências no Centro de Treinamento, em São Paulo, na última sexta-feira, 29, em evento que marcou a entrega de 31 cadeiras de rodas próprias para corridas e 12 petras. Os equipamentos serão utilizados por jovens que estão na iniciação esportiva, bem como por atletas que treinam em 22 unidades federativas do país. 

Os Centros de Referências fazem parte do Plano Estratégico do CPB, elaborado em 2017, e têm o objetivo de aproveitar espaços esportivos em estados de todas as regiões do país para oferecer modalidades paralímpicas, desde a iniciação até o alto rendimento. 

Durante a cerimônia na última sexta-feira, Mizael Conrado, presidente do CPB, afirmou que a destinação dos equipamentos para os Centros de Referências simboliza, também, a mudança no desenvolvimento do esporte paralímpico brasileiro. 

"Uma das nossas metas é uniformizar a metodologia de treinos em todos os nossos centros. Com essas novas cadeiras e petras, caminhamos para atingirmos esse objetivo. Esperamos, ainda, ter mais de 35 Centros de Referências pelo Brasil até o final de 2022", disse Mizael, que também é bicampeão paralímpico no futebol de cegos (Atenas 2004 e Pequim 2008). No evento, o presidente do CPB esteve acompanhado pelo vice-presidente Yohansson Nascimento, e pelos diretores Jonas Freire (alto rendimento) e Paulo Losinskas (jurídico). 


 


Atualmente, há 35 Centros de Referências que estão aptos para sediar atividades paralímpicas no país.

As entregas dos equipamentos foram feitas graças ao patrocínio da Braskem. Cada petra custou R$ 4,2 mil, enquanto cada cadeira foi comprada pelo preço de R$ 9,1 mil. 

O professor André Luiz Souza atua no Centro de Referência do Rio de Janeiro, local que recebe 80 crianças, jovens e atletas para treinamentos. Depois de receber uma cadeira de rodas e uma petra, André afirmou que a detecção de talentos será otimizada. "Essas entregas têm uma importância imensurável. Já observávamos algumas crianças promissoras. Mas, sem os equipamentos, dificilmente saberíamos até que ponto elas se desenvolveriam. Agora, ficará mais fácil fazer essa análise", disse. 

Elton Costa, do Maringá (PR), foi outro professor que destacou a relevância da ação. O município paranaense tem 12 alunos no atletismo e recebeu uma cadeira de rodas. "Nossas crianças terão a oportunidade de vivenciar novas habilidades motoras e novos sentidos. Sabemos, também, que a cadeira tem um custo elevado. Por isso, para nós, é fundamental esse amparo humano e material do CPB", avaliou. 

Patrocínios
O Centro de Referência Paralímpico Brasileiro conta com o patrocínio das Loterias Caixa.
O atletismo é uma modalidade patrocinada pelas Loterias Caixa. 

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial