Seleção Brasileira de halterofilismo embarca nesta segunda para disputa do Open das Américas nos Estados Unidos

seg, 04 jul 2022 15:35:52 -03:00



Mariana D’Andrea realiza levantamento de peso no CT Paralímpico | Foto: Alexandre Carvalho / CPB

Mariana D’Andrea realiza levantamento de peso no CT Paralímpico | Foto: Alexandre Carvalho / CPB

A Seleção Brasileira de halterofilismo embarca nesta segunda-feira, 4, para os Estados Unidos, onde irá disputar o Regional Open das Américas da modalidade, que vai ocorrer a partir do dia 8 até 10 de julho, em Saint Louis. 

O Open será o primeiro torneio oficial que a Seleção Brasileira de halterofilismo terá pela frente no calendário de 2022. A equipe nacional terá 28 halterofilistas vai embarcar um dia após o encerramento da Segunda Fase Nacional do Circuito, que aconteceu no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. 

A competição nacional, que contou com cinco recordes brasileiros no total, funcionou como preparação para os halterofilistas e técnicos fazerem os últimos ajustes antes da viagem.

A competição é obrigatória dentro do caminho para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024. Para os atletas da modalidade, é necessário participar do Open para serem elegíveis à uma vaga no maior evento paradesportivo do mundo. Além do Regional das Américas, estão previstos outras três disputas continentais: Ásia-Oceania, na Coreia do Sul; África, na Argélia; Europa, na Geórgia.

"Estamos bastante confiantes. Cada competição é um passo para os próximos Jogos Paralímpicos. Temos que estar bem focados porque estes resultados já vão começar a contar para Paris 2024. Então, independentemente das adversárias, eu sempre penso em mim, em fazer a melhor marca na competição e no ranking", afirmou Mariana D’Andrea, medalhista de ouro na categoria até 73 kg em Tóquio 2020.

A previsão de chegada de delegação brasileira nos Estados Unidos será nesta terça, 5. Depois, serão dois dias de treinamentos e adaptação ao local das disputas até o início do Open.

"Temos o objetivo de conseguirmos boas marcas e fazer com que nossos atletas comecem a contruir seus caminhos para Paris 2024, além de buscarmos manter o título da competição, já que o Brasil é o atual campeão do Open das Américas. Teremos a maior delegação do torneio, com 28 atletas, então, temos condições de buscar essas metas", completou Valdecir Lopes, técnico-chefe da Seleção Brasileira.

O último Regional Open das Américas aconteceu em Bogotá, na Colômbia, em 2018, e contou com 150 atletas de 27 nações. Naquela ocasião, o Brasil conquistou quatro ouros, seis pratas e seis bronzes, e ficou em primeiro lugar no quadro geral da competição.    

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial