Jovens paralímpicos conquistam 22 pódios na natação e atletismo em torneio mundial escolar na França nesta sexta

sex, 20 mai 2022 17:32:23 -03:00



Caroline Gomes (c), Allany Silva (esq.) e Evelyn Ferreira exibem bandeira do Brasil durante pódio triplo no atletismo pela Gymnasiade | Foto: Divulgação/CPB

Caroline Gomes (c), Allany Silva (esq.) e Evelyn Ferreira exibem bandeira do Brasil durante pódio triplo no atletismo pela Gymnasiade | Foto: Divulgação/CPB

A delegação brasileira paralímpica conquistou 22 pódios nesta sexta-feira, 20, pela Gymnasiade, evento esportivo mundial escolar, que ocorre na Normandia, na França, até o dia 22 de maio. Foram 15 medalhas pelas provas da natação e sete pelas disputas pelo atletismo.

Nas competições de pista, a premiação foi baseada por um sistema de pontuação e, com isso, alguns alunos-atletas conquistaram uma medalha por duas provas. Foi o caso dos jovens Kelliany dos Santos, medalha de ouro pela classe T11 nos 1.500 m e 3.000 m feminino, e Lorenzo Martins, prata pela classe T20 nos mesmos percursos no masculino. 

Já nas disputas dos 100 m e 400 m, o país conseguiu pódios triplos tanto no masculino quanto no feminino. Entre as alunas-atletas, Caroline Gomes (classe T37) ficou com o ouro, Allany Silva (T20) levou a prata e Evelyn Ferreira (T37) obtve o bronze.

Entre os jovens, José da Costa (T47) ficou em primeiro lugar, Leandro Viana (T20) ficou na segunda colocação e Gabriel Guimarães (T12) completou o pódio em terceiro.

Ainda pelo atletismo, José da Costa (T47) conquistou a medalha de ouro e Leandro Viana (T20) ganhou a prata, ambos no salto em distância masculino. No feminino, Allany Silva (T20) e Caroline Gomes (T37) conseguiram o ouro e a prata, respectivamente.

Nos pódios de lançamentos e arremessos, Luiz Bezerra (F43) obteve o ouro no masculino e Luciele Santos (F20), ouro, e Sueli Soares (F46), prata, subiram no pódio no feminino.

Natação 

O Brasil também conquistou sete medalhas na natação paralímpica nesta sexta, 20, na Gymnasiade. Nos 200m livre masculino, Bruno Martino (S14) ficou com a medalha de prata e Júlio Cézar Gomes (S9), com o bronze. 

Na mesma prova, pelo feminino, Rayssa Guimaraes (S8) terminou a disputa em segundo lugar e ganhou a prata, enquanto Beatriz Teixeira (S9), o bronze. 

Já pelo 200m medley masculino, o Brasil voltou a conquistar um pódio triplo, com o ouro de Bruno Martino (S14), a prata de José Arthur Furtado (S12) e o bronze de Breno Costa (S12). 

Esta é a primeira vez que o evento tem modalidades paralímpicas. O Brasil enviou uma delegação de 27 atletas-alunos paralímpicos para a França: Foram 12 representantes no atletismo, 12 na natação e três no judô.

Os alunos-atletas, com idade entre 16 e 18 anos, foram selecionados pelas respectivas coordenações das modalidades, de acordo com os resultados de competições chanceladas pelo CPB. Além disso, os atletas também estão matriculados em instituições de ensino.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiros do Atleta Cidadão
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial