Primos nadadores celebram convocação para o Mundial no Campeonato Brasileiro Loterias Caixa

qui, 12 mai 2022 15:19:47 -03:00



Samuel (à esq.) e Tiago são primos e estão convocados para o Mundial de natação, na Ilha da Madeira, em Portugal. Foto: Ale Cabral/CPB.

Samuel (à esq.) e Tiago são primos e estão convocados para o Mundial de natação, na Ilha da Madeira, em Portugal. Foto: Ale Cabral/CPB.

*Nota atualizada às 18h54

Os nadadores Samuel e Tiago Oliveira, ambos da classe S5 (para atletas com comprometimento físico-motor), disputaram na manhã desta quinta-feira, 12, os 50m costas e 200m medley no Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de natação e celebram a primeira convocação para o Mundial da modalidade, que acontecerá entre os dias 12 a 18 de junho, na Ilha da Madeira, em Portugal. 

Ao todo, participam do Brasileiro 248 nadadores. As provas seguem até este sábado, 14, no Centro de Treinamento Paralímpico, na capital Paulista. Nesta manhã, o paulista Gabriel Bandeira (S14, para atletas com deficiência intelectual) bateu o recorde das Américas nos 100m costas com o tempo de 58s74. A marca já era do brasileiro, 59s42, feita na seletiva para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, em junho do ano passado.

Samuel, 16, e Tiago, 21, são primos e tiveram suas vidas mudadas em um acidente em março de 2015, quando receberam uma descarga elétrica de 13 mil volts e, como consequência, ambos perderam os braços na altura do ombro. O episódio aconteceu quando tentavam tirar uma pipa de uma árvore com uma barra de ferro e tiveram contato com fios de alta tensão de um poste que estava próximo ao local.

Sete anos mais tarde, os primos receberam juntamente suas primeiras convocações para o Campeonato Mundial de natação, que acontecerá na Ilha da Madeira, Portugal, no próximo mês. Na última terça-feira, 10, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) anunciou os 29 atletas que representarão o Brasil em terras portuguesas. Confira aqui a convocação.

“É uma sensação muito boa, única e uma felicidade muito grande fazer parte da Seleção Brasileira, principalmente com o meu primo, que se acidentou comigo. É uma experiência muito nova. Estou muito ansioso e espero que dê tudo certo. Agora, é treinar muito”, contou Samuka, como é conhecido.

Samuel bateu o índice mínimo na primeira 1ª Fase Nacional do Circuito Loterias Caixa de natação, no começo de abril. 

“A família está muito feliz. Toda hora chega muita mensagem, foto, o grupo da família está lotado. Desde o começo, na época do nosso acidente, eles deram muito apoio, ajudaram-nos e, se hoje eu estou onde estou, é graças a eles que nunca me deixaram desanimar”, explicou Samuka.

Na manhã desta quinta, eles nadaram os 50m costas. Samuel ficou com o ouro com o tempo de 37s46 e Tiago conquistou a prata com 41s62. Já nos 200m medley, Samuka repetiu o ouro (03min04s99) e Tiago faturou a prata (03min23s21).

O formato do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de natação prevê provas com finais diretas multiclasse, ou seja, atletas com diferentes deficiências competem juntos. Porém, a premiação é feita por classe.

Tiago contou que começou a nadar um pouco depois do primo e se inspirou nele. “Eu fiquei um pouco mais de tempo no hospital depois do acidente. O vi nadando e quis fazer a minha reabilitação assim também. Hoje, estamos treinando juntos, na mesma equipe e vamos para o Mundial”, contou Tiago. 

No começo desta temporada, ambos se mudaram para Uberlândia, Minas Gerais, para treinar e competir pelo Praia Clube. “Eu me mudei com a minha esposa e já estou super adaptado à cidade, à nova rotina”, contou Tiago.

Já para Samuel, a adaptação é constante. “Eu ainda estou me acostumando com os treinos, com a cidade. Acabei ficando longe dos meus amigos daqui de São Paulo, mas estou feliz de ter me mudado e a minha mãe foi comigo e família é tudo para mim”.

Na tarde desta quinta-feira, 12, eles nadarão os 100m livre será transmitida ao vivo pelo CPB no Facebook e YouTube , a partir das 16h. As provas previstas para esta etapa são os 100m livre e revezamentos medley misto (20, 34 e 49 pontos e para classe S14).

Outros resultados
Além do recorde das Américas nos 100m costas nesta manhã, Gabriel Bandeira bateu o recorde brasileiro nos 100m livre com a marca de 51s70. 

Outros três novos recordes brasileiros foram estabelecidos no primeiro dia do Campeonato Brasileiro de natação. Mariana Gesteira (S9) nos 100m costas com a marca de 01min12s09. Na mesma prova, só que na classe S14 (para deficientes intelectuais), Ana Karolina Soares registrou a melhor marca nacional com 01min10s96. Já Alan Basílio (S4) fez 01min28s48 nos 100m livre.

Patrocínios
A natação tem o patrocínio das Loterias Caixa.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial