Lauro Chaman conquista o bronze na prova do contrarrelógio do Mundial de ciclismo

qui, 10 jun 2021 17:29:27 -03:00



Lauro Chaman durante a prova de contrarrelógio nos Jogos do Rio 2016 | Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB.

Lauro Chaman durante a prova de contrarrelógio nos Jogos do Rio 2016 | Foto: Alaor Filho/MPIX/CPB.

Lauro Chaman não economizou energia nesta quinta-feira, 10, enquanto pedalava forte durante a disputa da prova de contrarrelógio individual válida pelo Campeonato Mundial de ciclismo de estrada, que está sendo disputado na região de Cascais, em Portugal.

O brasileiro conquistou a medalha de bronze depois de percorrer os 33,6 km do percurso com o tempo de 43min25s63, ficando a menos de 23 centésimos da medalha de prata, que acabou ficando para o francês Dorian Foulon, que fez a marca de 43min25s41, sendo três segundos de diferença para a medalha de ouro, conquistada pelo holandês Daniel Abraham, com 43min22s98.

"Estou saindo da prova de hoje bastante motivado por conseguir subir ao pódio do mundial por mais um ano. Acabei ficando a três segundos da medalha de ouro e isso demonstra que estamos trabalhando no caminho certo. Agora, é seguir focado para a disputa de resistência no sábado. Agradeço muito a Deus por tudo que está acontecendo, minha família, amigos e toda a comissão técnica", declarou Lauro.

Lauro, que nasceu com o pé esquerdo virado para trás e, após passar por cirurgia de correção, perdeu os movimentos no tornozelo, acarretando em uma atrofia na panturrilha, ingressou no esporte paralímpico aos 22 anos. Participou dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, quando conquistou a prata na prova de estrada e o bronze na prova contrarrelógio. No ano seguinte, foi campeão mundial de estrada na África do Sul. Já no Mundial de ciclismo de pista no Rio em 2018, levou o ouro na prova scratch.

No Mundial disputado em Portugal, a seleção brasileira também contou com os resultados dos atletas Victor Luise, que completou em décimo lugar na categoria MC2, e Carlos Alberto Soares, oitavo colocado na MC1. Entre os demais brasileiros na competição, Ana Raquel Montenegro conquistou a 11ª posição na WC5, e Victoria Maria Barbosa terminou na quinta colocação da WC2.

O mundial segue nesta sexta, 11, com as provas de contrarrelógio para as categorias Handbikes, e finaliza a programação com as provas de resistência no sábado e domingo.

Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível
O atleta Lauro Chaman é integrante do Programa Loterias Caixa Atletas de Alto Nível, programa de patrocínio individual da Loterias Caixa que beneficia 69 atletas.

Time São Paulo
O atleta Lauro Chaman é integrante do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 57 atletas de 11 modalidades.

*Com informações da Confederação Brasileira de Ciclismo

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial do Comitê Paralímpico Brasileiro
PATROCINADORES
Patrocinadora do Paratletismo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
FORNECEDORES
Fornecedor Oficial
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão