Terceira edição do Camping Militar Paralímpico tem início no Centro de Treinamento, em São Paulo

seg, 11 nov 2019 16:42:17 -03:00



Demonstração e introdução ao Tiro com Arco na segunda edição do Camping Militar. Foto: Ale Cabral/CPB

Demonstração e introdução ao Tiro com Arco na segunda edição do Camping Militar. Foto: Ale Cabral/CPB

Dezenove militares reformados chegaram ao Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, no domingo, 10, para a terceira edição do Camping Militar Paralímpico. A maioria dos participantes passou a ter deficiência física por conta de acidentes em serviço. Eles ficarão no CT até o sábado, 16, e neste período serão apresentados a 11 modalidades paralímpicas: atletismo, halterofilismo, natação, parabadminton, paracanoagem, parataekwondo, remo, tênis em cadeira de rodas, tênis de mesa, tiro com arco e tiro esportivo.

Este projeto é uma ação do Programa Militar do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e teve início em dezembro de 2018. Os objetivos são apresentar o esporte como uma oportunidade para ter qualidade de vida e descobrir possíveis talentos. Após o Camping, serão indicadas aos participantes entidades em que podem praticar as modalidades que mais se identificaram.

"Nessa terceira edição, será dado prosseguimento no trabalho que vem sendo feito desde a primeira. O objetivo continua sendo a apresentação de modalidades paralímpicas para militares com deficiência. Algumas corporações como a Polícia Militar de estados do nordeste e corporações não militares como a Guarda Civil de Mogi Mirim e de Foz do Iguaçu estão presentes pela primeira vez. Outra novidade é que, dessa vez, a prática de duas modalidades será in loco. O remo e a paracanoagem serão praticados na quarta-feira, pela manhã, na Raia da USP, pelo efetivo do Camping", explicou Luis Cavalli, líder do Programa Militar.

Uma característica do camping é a presença de hábitos militares. A intenção é resgatar a identidade militar dos participantes que estão fora de serviço há anos. Algumas das características militares são o toque da alvorada, entrar em forma, prestar continência à bandeira e andarem juntos como em um pelotão.

No Camping, 12 forças são representadas: Exército Brasileiro; Força Aérea Brasileira; Polícia Militar do Ceará, Minas Gerais, Pará, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina; Bombeiros de Santa Catarina; Guarda Civil Municipal de Mogi Mirim e de Foz do Iguaçu.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

 


PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletirsmo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão