Notícias

CPB celebra nesta sexta-feira 23 anos de fundação: mensagem do presidente

Por CPB
Fri, 09 Feb 2018 08:00:00 -0200
CPB/MPIX Imagem

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) celebra com muito orgulho nesta sexta-feira, 9 de fevereiro, seu 23º aniversário de fundação. Uma trajetória ainda curta no sentido de tempo, porém inversamente proporcional ao inventário de conquistas e alegrias da instituição.

De um espaço acanhado em Niterói, no Estado do Rio de Janeiro, inaugurado em uma abafada quinta-feira de fevereiro, para o atual e imponente Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, foram muitos os esforços, empenho, dedicação, obstinação de uma série de pessoas que nos fizeram grandiosos e relevantes.

Por isso, o Comitê Paralímpico Brasileiro tem como uma de suas missões proporcionar o esporte para pessoas com deficiência, e durante quase um quarto de século alcançou muitos de seus objetivos. Somos um dos oito países do mundo em número de medalhas em Jogos Paralímpicos, gerando ídolos no esporte que servem de referência para aumentar a consciência das pessoas em relação ao nosso movimento e, ato contínuo, expandir nossa base de atletas. Porque assim, conquistamos mais medalhas, criamos novos ídolos e criamos um círculo virtuoso.

Na condição de presidente deste comitê desde a tarde de 31 de março de 2017, eu me jacto em dizer que sou fruto deste meio. Naquele fevereiro de 1995, eu era um jovem jogador de futebol de cinco (para cegos), disputando minhas primeiras competições internacionais pela Seleção Brasileira mundo afora.

O futebol me deu a oportunidade de realizar grandes sonhos, como ter sido o melhor do mundo em 1998, bicampeão mundial com o escrete nacional nos Jogos de Atenas 2004 e Pequim 2008. Por isso, o sentimento que ora me aplaca nesta data tão especial é de gratidão e de responsabilidade.

Sou grato por tudo que o CPB proporcionou à minha carreira de atleta e carrego agora a tarefa de retribuir aos atletas desta geração - e também das próximas - todas as condições para que o Comitê Paralímpico Brasileiro siga sendo esta fonte diária de orgulho, respeito, confiança e vitórias no cenário nacional e internacional.


Mizael Conrado de Oliveira
Presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro