Notícias

Sheila Finder irá ministrar workshops no Parapan de Jovens

Por CPB
Imagem

A atleta paralímpica Sheila Finder  irá ministrar uma série de workshops durante o Parapan de Jovens. O objetivo é incentivar os atletas do projeto “Proud Paralympian” a alcançarem seu melhor, encontrarem seu lugar no Movimento Paralímpico e aprenderem como ser um líder no paradesporto.

Os assuntos abordados nas sessões serão o Movimento Paralímpico, contato com a mídia, estratégias de carreira dupla e ética.

Além dos workshops, que acontecerão no Centro de Convenções, o Parapan contará com o Espaço do Atleta, localizado na Praça das Medalhas, onde serão desenvolvidas várias atividades educativas.

Os eventos do “Proud Paralympian” começarão em 18 de março, dois dias antes da Cerimônia de Abertura dos Jogos Parapan-americanos de Jovens,  e vão até o último dia de competição, 25.

“Ser reconhecida como líder me dá grande satisfação pessoal,” disse Sheila, que já competiu em três Jogos Paralímpicos.  “É muito importante transmitir minha paixão em ser uma atleta paralímpica para os outros e tornar o legado dos Jogos ainda mais forte por meio dos valores paralímpicos. Será muito emocionante viver uma competição por outra perspectiva, depois de competir tantas vezes no nível nacional e internacional.”

“Proud Paralympian” é o programa educacional do Comitê Paralímpico Internacional – IPC desenvolvido para empoderar os atletas com conhecimento e recursos para alcançar seu melhor durante e depois das carreiras esportivas. O projeto é apoiado pela Agitos Foundation, o braço de desenvolvimento do IPC.

““Proud Paralympian” vai bem além das competições. Ele dá a oportunidade dos atletas evoluírem dentro da sociedade para contribuir para um mundo melhor,” disse Sheila.

A maioria das competições do Parapan de Jovens acontecerá no Centro de Treinamento Paralímpico, um dos principais legados estruturais dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

“Rio 2016 continua vivo na mente da população. É importante que esse tipo de competição não atinja somente um grupo específico de pessoas, mas, sim, a grande massa, aumentando, assim, o conhecimento sobre o esporte paralímpico por todo o continente,” diz ela.

“Acredito que o Parapan de Jovens São Paulo 2017 será um sucesso. Todos os eventos que são voltados para os jovens são importantes porque novos atletas surgirão e continuarão o processo de renovação.”

Aproximadamente 1000 atletas, entre 12 e 20 anos, de 20 países, são esperados no Parapan de Jovens, de 20 a 25 de março. Serão disputadas 12 modalidades: atletismo, bocha, fut 5, fut 7, goalball, judô, halterofilismo, vôlei sentado, natação, tênis de mesa, basquete em cadeira de rodas e tênis em cadeira de rodas.

 

Assessoria de imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br).