Halterofilista quebra recorde brasileiro duas vezes no Circuito Loterias Caixa

Por CPB
Sáb, 13 Abr 2019 16:36:00 -0300
Ale Cabral / CPB Imagem

Neste sábado, 13, a paulista Mariana D’Andrea (Aesa-Itu) quebrou duas vezes o recorde brasileiro na categoria até 67kg. A primeira quebra ocorreu na segunda tentativa, quando ela ergueu 117 quilos, um a mais que o recorde anterior, também dela. Na terceira tentativa, levantou 119kg. . A prova faz parte do Circuito Brasil Loterias Caixa, que acontece na Universidade Positivo, em Curitiba. A competição vai até o domingo, 14.

Mariana colocou grande vantagem entre ela e suas concorrentes e ficou com o ouro na disputa. Viviane Silvestre (CFB) levantou 69 kg. Maria de Fátima de Castro (Adefa) fechou o pódio com 68kg erguidos. 

Aos 21 anos, alcançou também outro recorde: o maior peso levantado no supino entre todas as categorias de peso do halterofilismo feminino no Brasil. Apesar da conquista, a ituana não se surpreendeu com o resultado:

“Foi o que eu planejei fazer, eu treinei para levantar este peso. Estou muito orgulhosa de ter cumprido a minha meta”, explica.

Para Valdeci Lopes, técnico da Aesa-Itu e da Seleção Brasileira, o foco e a concentração nos treinamentos e competições são alguns dos diferenciais de Mariana. Em 2018, ela conquistou o ouro e estabeleceu o recorde das Américas júnior de sua categoria. Em março deste ano, ela também garantiu o lugar mais alto do pódio na Copa do Mundo de Dubai.

“Mariana tem uma ótima estrutura física para o halterofilismo. Os braços, apesar de encurtados, são bem fortes, as mãos também. Ela tem o busto avantajado e é leve”, completa.

Na parte da tarde da competição, o campeão paralímpico Evânio Rodrigues (Aesa-Itu) venceu na categoria até 97kg ao levantar 196 kg. Ele ficou a frente de Rodrigo Marques (CDDU - Uberlândia) que ergueu 185kg e Vitor Afonso (Apan-RN) que levantou 166kg.

Esta é a segunda etapa nacional do halterofilismo no Circuito Brasil Loterias Caixa.  A primeira ocorreu em João Pessoa, na Paraíba, em março. Curitiba também recebe as modalidades de atletismo e natação, que tem caráter regional (Rio-Sul), para cinco estados: Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Para nadadores e velocistas, esta é a última fase em que é possível alcançar os índices estabelecidos pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e participar dos Campeonatos Brasileiros que se iniciam em maio. 

Imprensa
Os profissionais de imprensa interessados em cobrir a fase Regional Rio-Sul do Circuito Brasil Loterias Caixa não precisam de credenciamento prévio. Bastará dirigirem-se à sala de imprensa da Universidade Positivo para identificação.

O Circuito
O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país. Em 2019, as disputas das fases nacionais serão separadas por modalidade - haverá ainda um Campeonato Brasileiro de cada esporte.

Patrocínios
 O paratletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.
A natação e o halterofilismo têm patrocínio das Loterias Caixa.

Time São Paulo
A atleta Mariana D'Andrea é integrante do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 62 atletas e seis atletas-guia de dez modalidades

Serviço
Data: 12, 13 e 14 de abril
Cidade: Curitiba
Local:  Universidade Positivo - R. Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 - Campo Comprido, Curitiba - PR

Programação*
Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo, Natação e Halterofilismo - Regional Rio-Sul
Sábado (13/4) - 14h às 18h
Domingo (14/4) - 8h às 12h
*Sujeita a alterações

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


Notícias