Notícias

Brasil estreia no Campeonato Mundial de Vôlei Sentado na Holanda, neste domingo

Por CPB
Sex, 13 Jul 2018 12:06:00 -0300
Washington Alves/MPIX/CPB Imagem

O Brasil estreia neste domingo, 15, no Campeonato Mundial de Vôlei Sentado. A Seleção masculina joga contra a Croácia às 7h (horário de Brasília) em Venlo, na Holanda. Já o time feminino entra em quadra para enfrentar o Egito às 9h em Arnhem, também no país europeu. Os finalistas desta competição garantem vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

A primeira etapa do campeonato será a fase de grupos. Ao término desta, os dois primeiros colocados de cada chave disputarão as quartas de final, cujos vencedores seguem na disputa pelo ouro. Ao todo, 21 países participam do Mundial de vôlei, sendo que 11 deles possuem seleções competindo nos dois gêneros, feminino e masculino.

A Seleção Brasileira feminina está no grupo D com Egito, Ucrânia e Finlândia. Esta chave fará cruzamento com o grupo B no qual está os Estados Unidos, vice-campeão mundial, e a Rússia, terceira colocada no último Mundial da modalidade.

“Os principais adversários da Seleção feminina são os que ocupam lugar de destaque no ranking mundial mais a Rússia, que não participou dos Jogos do Rio, mas é uma das maiores potencias do mundo. A China, os Estados Unidos, a Ucrânia, o Brasil e a Rússia vão brigar pelo pódio desta competição”, afirmou José Guedes técnico da Seleção feminina de vôlei sentado.

O último Mundial de vôlei sentado foi em 2014, na Polônia. A equipe brasileira feminina terminou o torneio em sexto lugar. No entanto, conquistou a primeira medalha paralímpica da história do vôlei sentado brasileiro ao derrotar a Ucrânia por 3 sets a 0, na disputa pelo bronze dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. O ouro ficou com as americanas e a prata, com as chinesas.

Já o time masculino, que estreia contra a Croácia, no domingo, compõe o grupo C ao lado de Ucrânia e Cazaquistão. “O vôlei sentado na Europa é muito forte e dois times europeus estão na nossa chave, mas estou confiante que a gente avance para a final e garanta a vaga em Tóquio ainda este ano”, comentou Renato Leite, que devido a um acidente de moto amputou a perna abaixo do joelho.

A Seleção Brasileira masculina ganhou a medalha de prata na final do Mundial de 2014, após derrota para a Bósnia por 3 sets a 1. Já nos Jogos Paralímpicos do Rio perdeu por 3 sets a 2 para o Egito na disputa pelo bronze, terminando em quarto lugar.

Este ano, as equipes brasileiras realizaram quatro fases de treinamento no CT Paralímpico, em São Paulo. O jogador Wescley Conceição, 34, considerou um bom preparo. “Eu espero que a gente tenha o mesmo resultado do último Mundial ou melhor. Treinamos bastante. Não tem adversário menos forte. É uma competição de alto nível”, declarou Wescley, que perdeu perna após um atropelamento quando tinha 16 anos.

O Campeonato Mundial de Vôlei Sentado se encerra no dia 22 de julho, na Holanda. No ano que vem, nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019, no Peru, as equipes terão outra oportunidade de conquistar um lugar no Japão.

Assessoria de comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)