Notícias

CPB realiza semana de treinamento com atletas classes baixas de natação

Por CPB
Ter, 10 Jul 2018 19:08:00 -0300
Daniel Zappe/CPB/MPIX Imagem

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) realiza até sábado, 14, no Centro de Treinamento Paralímpico, a I semana de treinamento de classes baixas, da classe S1 a S3, da natação. Ao todo, 19 nadadores de nove estados (Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina) estão presentes. 

Os atletas convidados não fazem parte das Seleções da modalidade e são destaques dentro de suas classes no Circuito Brasil de natação. “A ideia é trazê-los para o CT para uma troca de informações, a comissão técnica conhece-los e saber qual a realidade de cada um, de cada clube, e eles saberem algumas informações importantes como critérios de convocação, técnicas de treinamento, nutrição, fisioterapia, biomecânica. E usarem esse aprendizado na preparação das próximas competições”, explicou o técnico-chefe da natação, Leonardo Tomasello.

Dos 19 atletas convidados para esta semana de treinamento, quatro são mulheres e 15 homens. Entre os homens, destaque para Gabriel Geraldo, da classe S3, que bateu o recorde das Américas nos 50m borboleta, no Open Internacional de natação, em abril, no CT Paralímpico.

“O Gabriel se destacou no Open com recorde das Américas nos 50m borboleta, mas essa prova não faz parte do programa de provas do Parapan-Americano e dos  Jogos Paralímpicos. É uma oportunidade de explicarmos isso para ele e seu técnico, dar um alerta para que foquem em outras provas que façam parte do programa dessas competições”, completou Leonardo.

A classificação funcional da natação vai de um a 10, sendo a classe S1 para atletas com mais comprometimento físico-motor e a 10 para nadadores com menor. O multimedalhista Daniel Dias, por exemplo, é S5. Já os medalhistas André Brasil e Phelipe Rodrigues são da classe S10. As classes S11 a S13 são destinadas à deficientes visuais e a S14 para intelectuais.

O CPB arca com todos os custos do projeto como passagens, hospedagem, alimentação, com objetivo de incentivar os atletas de classe baixa – que possuem maior nível de deficiência. Atualmente, a Seleção Brasileira conta com três atletas dessas classes: Maiara Barreto (S3), Edênia Garcia (S3) e Patrícia dos Santos (SB3).

Confira a lista de atletas que participam desta fase de treinamento:
Augusto Groppo (S1) – ADI APIN
Andre Pinheiro (S2) – APT
Thiago Odocio (S2) – CAD
José Ronaldo da Silva (S2) – LCN
Claudines Bartolomeu (S2) – IJGV
Gabriel Feiten (S2) – APDAF
Dawison de Lima (S2) – IDD
Bruno Becker (S2) – ACARISUL
Waldir Alvarenga Junior (S3) – ACPD CNRAC
Elton Joaquim (S3) – LCN
Miguel Ferraz (S3) – AACD
José Luiz dos Santos (S3) – ADEFAL
Ivonei Borges (S3) – Clube 7
Gabriel Geraldo dos Santos (S3) – CBP
Marcos Jeane da Silva (SB3) – REABILITAR
Luiza Rodrigues (S2) – CB
Ana Lucia Novaes (S2) – TTC
Talita Dias (S2) – ADI APIN
Pauliane Lima (SB3) - NAAP

Assessoria de comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)