Seleção Brasileira de natação chega a Londres e faz treinos para o Mundial da modalidade

qua, 04 set 2019 13:38:41 -03:00



Phelipe Rodrigues em treino na piscina em Londres (Crédito: Alê Cabral/CPB)

Phelipe Rodrigues em treino na piscina em Londres (Crédito: Alê Cabral/CPB)

Vinte e sete nadadores brasileiros já se encontram em Londres, no Reino Unido, para a disputa do Campeonato Mundial de Natação Paralímpica. A competição ocorrerá de 9 a 15 de setembro, com atletas de 12 estados e do Distrito Federal. 
 
A Seleção saiu no domingo, 1º, diretamente de Lima, no Peru, onde ocorreram os Jogos Parapan-Americanos Lima 2019. O grupo já realiza os primeiros treinos na reta final para a competição. O evento será realizado na mesma piscina em que foram disputadas as provas da natação nos Jogos Paralímpicos Londres 2012.
 
Vinte e cinco atletas que competirão no Mundial participaram da competição continental, realizada de 23 de agosto a 1º setembro, na capital peruana. Quem completa a Seleção em Londres é o carioca Caio Amorim, da classe S8, e André Luiz Bento, da classe S14. No Parapan de Lima, a modalidade contou com 40 nadadores, que conquistaram 127 medalhas, sendo 53 ouros, 45 pratas e 29 bronzes. A natação foi o esporte que mais contribuiu para a performance histórica do Brasil.
 
“A expectativa para esse Mundial é grande. Será uma competição muito forte, talvez o Mundial mais forte que já aconteceu. Os atletas vieram de uma semana bem intensa em Lima. Eles nadaram muitas provas, tiveram um desgaste grande. Então o principal nesta semana pré-Mundial é recuperá-los, ajustar algo que falta, dar um último descanso, para quando o Mundial começar, eles consigam estar em sua melhor performance para brigar por finais e medalhas”, comentou Leonardo Tomasello, técnico-chefe da natação do Comitê Paralímpico Brasileiro.
 
Confira o perfil dos atletas da Seleção Brasileira que participará do Mundial de Londres 2019
 
Cerca de 600 nadadores de 60 países são esperados na competição, que dá aos países a alocação de vagas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, no próximo ano. Os atletas que ficarem entre os dois primeiros em suas respectivas provas garantem um lugar à sua nação na Paralimpíada. Cada nadador poderá acumular apenas um posto para o seu país. 
 
A última edição do Mundial aconteceu na Cidade do México, em 2017, e o Brasil terminou na quarta colocação no quadro-geral, com 36 medalhas: foram 18 de ouro, nove de prata e nove de bronze.
 
Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletirsmo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão