Comitê Paralímpico Brasileiro apresenta a campanha 'Movimento Paralímpico'

ter, 13 ago 2019 13:42:58 -03:00



Foto: Daniel Zappe/Exemplus/CPB

Foto: Daniel Zappe/Exemplus/CPB

Na manhã desta terça-feira, 13, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) apresentou o seu novo posicionamento institucional. Para isso, lançou a campanha “Movimento Paralímpico”, sobre conscientização do esporte para pessoa com deficiência.

“Esta é uma campanha importante, que mostra a capacidade e o potencial do atleta como atleta. Principalmente, deixa claro que a deficiência é só um detalhe, que o esforço, a dedicação, o sacrifício e a habilidade estão em primeiro lugar e, naturalmente, cada um tem uma característica que, às vezes, representa uma limitação que demanda ainda mais dedicação esforço e superação”, disse o presidente Mizael Conrado.
 
O halterofilista mineiro Mateus Assis, o velocista paranaense Vinícius Rodrigues e a nadadora potiguar Dayane Silva gravaram por duas semanas no CT Paralímpico, e estrelarão três vídeos cada um, com duração de 15, 30 e 60 segundos, e um vídeo de 60 segundos com a participação dos três.

“É muito gratificante fazer parte desse projeto. Nós que participamos sabemos que isso vai repercutir por muitos e muitos anos e vai influenciar diretamente nas novas gerações que estão chegando. Acho que o nosso objetivo vai ser cumprido, com muita plenitude com a certeza de que o esporte paralímpico será fomentado”, comentou Dayane, que tem má-formação nos membros superiores.

“Representar tantos atletas é muito bom. Querendo ou não, vai engajar mais as novas gerações que estão vindo. E o Movimento Paralímpico é isso: mostrar para as pessoas, tanto convencionais quanto paralímpicas, que a gente tem o nosso valor e que a gente pode fazer coisa, mesmo tendo deficiência”, falou Mateus, que tem limitação nos movimentos inferiores devido a mielomeningocele.

“Depois que eu entrei para o esporte paralímpico, além de ser atleta, participo de algumas ações. Estou feliz de estar na campanha do CPB. É uma honra representar essa entidade. E a gente tem uma representatividade muito grande nessas campanhas. Eu sou amputado e quando você vê uma pessoa que te representa, acho que é algo muito importante e a mídia cada vez mais nos dá esse espaço”, comentou Vinicius, que amputou a perna direita acima do joelho devido a um acidente de moto.

A campanha terá três etapas até o fim de 2020, e a fase de abertura será veiculada de agosto a dezembro de 2019 nos canais SporTV e nas redes sociais do CPB. Durante o evento desta terça-feira, também foi anunciado o início de um programa de licenciamento de produtos alusivos ao movimento paralímpico. A primeira parceria é a comercialização de camisetas produzidas pela Reserva, com o mote da campanha. 

Confira os vídeos e a campanha no site: www.movimento paralímpico.com.br

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


PATROCINADOR MASTER
Patrocinadora oficial de 11 modalidades paralímpicas
PATROCINADORES
Patrocinadora oficial do Paratletirsmo Brasileiro
Patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro
APOIADORES
Apoiador do Comitê Paralímpico Brasileiro
PARCEIROS
Parceiro do Comitê Paralímpico Brasileiro
Parceiros do Atleta Cidadão