Modalidades

Tóquio 2020 revela design e detalhes do revezamento da tocha paralímpica

Por CPB
Mon, 25 Mar 2019 11:32:00 -0300
©Tokyo 2020 Imagem

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 apresentou nesta segunda-feira, 25, o design da tocha paralímpica. Foram revelados ainda detalhes sobre seu revezamento e o cronograma de iluminação e exibição da Tocha em todo o Japão.

Com o objetivo de unir tradição e tecnologia moderna, a forma da tocha se assemelha à tradicional flor de cerejeira japonesa “Sakuramon”. O nome do mascote dos Jogos Paralímpicos — Someity — e seu design, vêm da mesma flor. A tocha também é projetada para representar a forma de uma chama. As cinco chamas geradas a partir da pétala  unem-se no centro, gerando um brilho ainda maior. A peça foi moldada com a mesma tecnologia de extrusão de alumínio utilizada na fabricação dos trens-bala japoneses.

Para incorporar o espírito de recuperação, 30% do alumínio usado na fabricação da tocha veio de resíduos de habitações temporárias construídas após o terremoto que abalou o país em 2011. O peso e a forma do punho da Tocha são projetados para facilitar o manuseio de qualquer pessoa. Há uma marca de posicionamento indicando a frente da tocha projetada para pessoas com deficiência visual.

Especificações

Comprimento: 710 mm
Peso: 1,2 kg (aproximadamente 1 kg de corpo mais 200 g de célula de combustível)
Cor: Rosa de sakura
Material principal: Alumínio (30% do qual é proveniente de alumínio reciclado recuperado de habitação temporária)

Revezamento

O revezamento da Tocha Paralímpica de Tóquio 2020 acontecerá entre 13 e 25 de agosto, durante o período de transição entre os Jogos Olímpicos e os Jogos Paralímpicos. Os portadores da Tocha correrão em equipes de três pessoas sem saber com antecedência quem fará parte da sua equipe. Os critérios de seleção para os portadores da Tocha ainda serão determinados.

O revezamento acontecerá em três partes. A primeira será a celebração da chama do patrimônio em Stoke Mandeville, na Grã-Bretanha — berço espiritual do Movimento Paralímpico. Os festivais de iluminação de chama acontecerão em vários locais do Japão, entre 13 e 17 de agosto. Essas chamas também visitarão escolas, hospitais e instalações ligadas às Paralimpíadas em cada prefeitura do país.

Além do festival de iluminação de chamas, haverá a segunda parte, em que os revezamentos da tocha serão realizados em três prefeituras onde acontecerão eventos paralímpicos. 

Por fim, o revezamento chegará a Tóquio. As chamas de cada festival de iluminação e os revezamentos de tochas de todo o Japão serão reunidos em Tóquio em 21 de agosto, onde a chama paralímpica oficial será acesa. Os quatro dias finais do revezamento da Tocha Paralímpica serão iniciados em Tóquio.

Com informações do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)